não há como negar

Meu negócio é saúde pública, mesmo. Não tem jeito. Meu coração pertence a ela. Meus olhos brilham para ela. Meu sorriso se abre para ela. É uma paixão arrebatadora e inegável!

Anúncios

pois é preciso colocar as coisas outra vez nos eixos

Já estou correndo atrás da terapia. Conversando com profissionais, pedindo indicações. Amanhã devo ter, já, algumas indicações mais precisas.

Amanhã, também, vou cortar meu cabelo. Coisa boba? Pode parecer, mas será a primeira vez em semanas que tirarei um tempo para fazer algo para mim que eu queria muito fazer. Só pra mim. Me esticarei na cadeira e pensarei unicamente em quão legal meu cabelo vai ficar e na felicidade que esse tipo de mudança me trás (enjoo rápido da minha cara). Não pensarei em nenhuma grande questão da vida, universo, medicina e tudo mais.

O próximo final de semana, esse que terá um feriado, servirá unicamente para descansar e resolver coisas legais, que me deixam animada.

É preciso voltar a ser feliz. Minha cabeça continua uma completa bagunça, mas ficando parada é que não vou me resolver

da minha ambição

Estou num momento incrivelmente fértil da minha vida, em termos de crescimento.

Recém formada e procurando emprego em lugares e instituições variadas, são muitas as possibilidades que surgem em minha mente o tempo inteiro.

São tempos em que tenho de lidar com minhas ansiedades, medos e desejos mais profundos. No meio desse caos emocional todo, tenho descoberto muitas coisas em mim. Já que essa é uma experiência pela qual eu nunca havia passado e, portanto, uma maturidade nova a ser desenvolvida.

Algo que está muito claro para mim nesse momento é que sou uma pessoa ambiciosa. Mais do que eu imaginei que fosse. O que me deixa absolutamente feliz, no entanto, com essa minha ambição, é que também está claro para mim (pelo menos nesse momento) que ela pouco tem a ver com dinheiro. É claro que dinheiro tem sido uma questão importante e muito presente nesses dias; mas o meu desejo e minha ambição não estão direcionados para ele. Ele não é o fim em si, não é o objetivo.

Eu tenho em mim uma ávida vontade de crescer. De ser uma pessoa melhor, uma profissional melhor, uma filha, irmão, namorada, enfim… Melhor. Evoluir, aprender, ver coisas, pessoas e cidades novas. Absorver do mundo tudo o que é possível. Sugar todo o conhecimento que passar perto de mim. Viver intensamente todo tipo de experiência pela qual eu passo. Sou intensa desse jeito, percebo, pois o maior combustível que há em mim, o que mais arde no meu peito e me faz levantar animada todos dias é essa vontade. O que me faz viver é isso: eu querer ser uma pessoa cada vez melhor.

stop

Baixei um aplicativo para jogar stop no celular. É, aquele jogo que você sorteia uma letra, e aí tem de escrever palavras que comecem com aquela letra de acordo com algumas categorias. Segue momento ocorrido comigo há pouco:

“Hm… M. Profissão com M… Profissão com M, profissão com M… Marceneiro!”

Aí a pessoa, do outro lado da tela, pediu stop.

E pudemos conferir as respostas um do outro.

Lá estava, dentre as coisas que a outra pessoa digitou. Profissão com M: MÉDICO.

‘Ceis acreditam que nem passou pela minha cabeça? hahahahaha